31 maio, 2008

Vida

De tudo o que me faz pensar, há uma coisa que me atropela a cabeça.
A idade. Não a minha, a deles.
Há qualquer coisa que rasga.
Choram-me as estatísticas que eu estarei cá quando os meus pais não estiverem.
Muito nublado, bem sei. Mas real.
Posso tê-los agora, e abraçá-los com a carne que me deram, mas...e depois?
Vejo-lhes os anos na pele e a pele dá-me saudades. Saudades do que não vou ter.
É a lei da vida, e todas as frases feitas que pregarem nas paredes.
Mas a saúde teima em ir à sua vida cedo demais.
Não a deles, a das estatísticas.
Hoje tenho-os ali. Visto daqui, dos meus olhos, não envelheceram.
Foram emprestando um ou outro ano aos ossos.
Quero o meu pai a ficar envergonhado quando diz "gosto muito de ti filho" e a minha mãe com gotas de amor a marcar passo nos olhos quando diz "gosto muito de ti filho, nunca te esqueças disso"Nunca te esqueças disso.
E depois, o que fica? As memórias não são de carne, são de lágrimas.
E essas custam mais a abraçar. Há qualquer coisa que rasga, eu bem disse. Sei que estão na casa dos sessentas. Mais precisão do que essa acelera-me o sangue. "São novos".
E porque é que não ficam sempre assim?
Atrasem o relógio quarenta anos, vá lá. Só desta vez, ninguém vai dizer nada à terra.
Apetece deixar cair uma pedra na roda dentada e parar tudo.
A assobiar, para não ter de prestar contas.
A palavra filho é patente deles. Quando a dizem há uma manta que protege o coração até cima. Depois da estatística fica só o coração e a manta enrolada aos pés.
Podemos sempre puxá-la, mas nunca mais vai tapar tudo.
E não, nunca me esqueço disso.

Foi a Regina que me enviou.
É um post do Bruno Nogueira. Traduz o que, às vezes, penso e sinto.
Gostei de saber que há quem sinta o mesmo que eu.
Que não é um medo só meu.

Correria

Temos andado a correr, há já algum tempo.
Entre compromissos sociais, familiares, laborais e extra-curriculares, tem havido de tudo.
Hoje estou de serviço e amanhã, quando sair, vou directamente para um Baptizado.
Hoje teria uma festa de aniversário, mas tem de ir só o Bruno. Fico aqui a pensar neles.

30 maio, 2008

Roubo


Tem sido um roubo.
Já é quase insulto.
E parece não parar.

28 maio, 2008

Feliz

Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Hoje só me sinto feliz, e acho que é o bastante.

27 maio, 2008

Rica

Quem sente falta é porque sente,
Quem tudo quer é porque sabe que pode ter,
Quem tem tudo é rico,
Eu sou rica porque tenho o que mais quero.

26 maio, 2008

Falta

Faz-me falta dançar, cantar (ainda que pessimamente),
Faz-me falta rir até às náuseas,
Faz-me falta mimar e ser muito mimada,
Faz-me falta brincar e dar gargalhadas,
Faz-me falta ser assim.

25 maio, 2008

3ª Etapa - Acção


Dia de Ante-Estreia.
Pirosa, divertida, de brincadeira. Entre Pipôcas e repórteres, vedetas VIP e convidados...
O Rancho está em festa.
Foi o dia da apresentação do filme a todos os elementos. Ficou o máximo!
Emoções, sorrisos, lágrimas, abraços, união.
Venha a Estreia para amigos e convidados.

23 maio, 2008

Grey´s

Grey´s Anatomy. Which character are you most like?

Gostei imenso do resultado, porque é mesmo a personagem de quem mais gosto.
E a propósito... deram mais dois episódios esta semana.

Sapateira

Tenho uma sapateira nova escondida atrás da porta da cozinha.
Naturalmente é do Ikea!
Ainda fiquei com uma gaveta vazia, o que representa espaço para novas aquisições...

22 maio, 2008

Coração

Um dia disseram-me que tinha um coração grande,
E ainda que possa ter muitos defeitos,
Acredito ter esta virtude fisiológica...

2ª Etapa

Mais uma jornada de preparativos...
Se continuar a chover não vai ser mesmo nada agradável, mas ainda tenho uma leve esperança de que melhore.
Amanhã fazemos uma pausa e sábado vamos a mais uma jornada para os detalhes finais.

21 maio, 2008

3 Anos

Amar é correr o maior de todos os riscos,

É colocar o nosso futuro e a nossa felicidade nas mãos de outrém,

É aceitar a vulnerabilidade.

Tem sido assim há 3 anos...
Um beijinho grande.

20 maio, 2008

Sentidos

Mesmo que a vida mude os nossos sentidos
E o mundo nos leve pra longe de nós
E que um dia o tempo pareça perdido
E tudo se desfaça num gesto só

Eu Vou guardar cada lugar teu

Ancorado em cada lugar meu
E hoje apenas isso me faz acreditar
Que eu vou chegar contigo
Onde só chega quem não tem medo de naufragar

19 maio, 2008

Curta

Nos últimos tempos, não tem havido grande rotina.
As tarefas têm sido diferentes das convencionais.
Esta semana passa-se o mesmo... Hoje passei o dia com a mãe e já só trabalho amanhã e depois.
Vem um feriado e uma ponte, numa semana de trabalho mais curta.

18 maio, 2008

1ª Etapa

Começaram os preparativos para a ante-estreia do filme do Rancho.
Será no Domingo, 25.
Arruma, limpa, estica, pendura, ...
Momentos que se vão repetir até lá, na esperança de que seja um sucesso.



16 maio, 2008

Recruta


Fez 5 anos que estou na Força Aérea.
Hoje vamos jantar para comemorar.
Dos 50 oficiais da minha incorporação só vamos 7.
Afinal, é sempre difícil conciliar os compromissos de toda a gente! Mas é bom recordar uma data tão marcante.

Compromissos

E esta foi uma semana de compromissos sociais.
Na quarta fomos com os nossos visitantes ao Casino Estoril, e na quinta jantar a Monsanto.
Hoje terminou! Correu muito bem e o saldo é claramente positivo.
Confesso que me sinto cansada, com algum sono e a precisar de sofá.
Mas ainda não é desta.

13 maio, 2008

Cavaquinho

Vou agora para a minha primeira aula de cavaquinho.
No 5º e 6º ano ainda aprendi a tocar flauta, mas sem qualquer continuidade.
Vou agora reaprender a fazer música.
Sei bem que não é piano, mas também tem o seu encanto.

12 maio, 2008

Go

E começou hoje uma semana cheia de actividades, de pormenores, e de preparativos para amanhã...
Recebemos um grupo da Nato por uma semana; para quem toda a atenção é pouca,
O Bruno vai para a Madeira, o que implica acordar de madrugada,
A Isabel é operada, pelo que desejamos que tudo corra bem.

11 maio, 2008

Acontecimentos

Vem aí uma semana agitada, com muitos acontecimentos profissionais, sociais e familiares.
Gosto de ritmo, sem dúvida, mas escusava de se concentrar tanta coisa nos próximos 5 dias!
On your marks, get set...



Queda

Hoje no ensaio aconteceu uma coisa muito chata...
A Isabel caiu e magou-se no pé.
E, por isso, desejamos melhoras muito rápidas.
Um beijinho grande.

Beirão

Depois do almoço o Pai decidiu que iríamos tomar um pouco de Licor Beirão. Uma garrafa com história, que custou no seu tempo, 181 escudos.
A grande particularidade é que a sua cor não é a actual cor de mel, mas antes, cor-de-laranja quase fluorescente!
E soube como nunca... soube bem.

Artrite

Aquilo que chamei de somatização ou de alergia ao chocolate, parece ter o nome de Artrite.
Depois de um dia sem anti-inflamatório, voltou logo, mas hoje para a mão esquerda.
Anseio por um reumatologista que me dê a receita para a cura e para regressar ao estado de ausência de dor.
Confesso que começo a ficar um bocadinho preocupada...

10 maio, 2008

2 Anos

Hoje é um daqueles dias em que dói um bocadinho,
Em que reparamos que não é possível esquecer,
Em que sentimos mais saudade por tanta ausência,
Em que te sinto,
Porque ainda te amo muito, minha Irene.

Framboesa

O curso da Bimby foi muito útil.
Ensinaram pequenos truques práticos e funcionais.
Mas o gelado de framboesa foi mesmo o que mais gostei...
Por isso, vou ter de praticar e degustar.

07 maio, 2008

Tio

Obrigada Tio.
Muitas e muitas vezes.
Beijo grande.

Culinária

Amanhã ao fim da tarde vou fazer um curso de culinária...
Obviamente sobre a Bimby.
Vou praticar com mestres e aprender a fazer pratos bem difíceis para impressionar as visitas.

Amanhã não há post, mas depois conto a experiência.

06 maio, 2008

Alta

Para sêr grande, sêr inteiro;
Nada teu exagera ou exclui;
Sêr todo em cada coisa;
Põe quanto és no mínimo que fazes;
Assim em cada lago, a lua toda brilha porque alta vive.

05 maio, 2008

Silk



Foi ontem que consegui ver este filme, pelo qual nutria tanta curiosidade...
Achei uma história bonita, mas com um enredo pouco desenvolto.
No entanto, a mensagem final é fortíssima.

Uma paixão avassaladora perde todo o sentido, enquanto um amor, inicialmente morno, ganha uma dimensão nunca pensada.
Cada nova jornada permite abrir os olhos, cada passo longe de quem se gosta, permite chegar mais perto de compreender o mistério que se encontra no centro do nosso coração...

500

São 500... 500 posts.
Partilhas,
Desabafos,
Aprendizagens,
Vivências,
Dias.

04 maio, 2008

Mãe

Hoje é dia da mãe, das mães, da minha.
Se o Natal é quando um Homem quiser, dia da Mãe é mesmo todos os dias, porque elas querem sempre.
Obrigada Senhora minha Mãe por seres tão maravilhosa, por seres a minha e por me amares assim incondicionalmente.
Ao Pai, à Mãe e ao Tio, que já não têm as vossas, um beijinho muito grande por essa dor que não quero nunca sentir...

03 maio, 2008

Teatro

A prenda de anos da mãe foi usufruída ontem. Há muito que nos dizia que queria ir à revista, pelo que o pai ofereceu os bilhetes.
Hip Hop'arque tem no elenco Marina Mota, Carlos Cunha, João Baião, Ana Brito e Cunha, entre outros bem conhecidos na Arte do Espetáculo.
Com várias mensagens e momentos de humor muito bem conseguidos.
Gostei mesmo. E os pais são das melhores companhias...

02 maio, 2008

Filme

O Rancho Folclórico Neveiros do Coentral vai ter ter um DVD.
Desde Janeiro que a actual Direcção se dedica à produção deste trabalho, já que as filmagens se fizeram, quase todas, no ano passado.
Ontem ficou pronto. Quando acabei de ver a 01h30 de filme, até me emocionei... Ficou maravilhoso!
Agora vamos preparar as festas de ante-estreia e estreia, que divulgarei por aqui.
Fiquei muito contente apesar do meu ínfimo trabalho. O Bruno sim, foi um verdadeiro Neveiro dedicado a este projecto. Parabéns à equipa!!!

Festas

O João completou um ano, dia 30 de Abril, no mesmo dia do aniversário da Mãe-da-Nês, sua avó e minha segunda mãe.
O João está um menino lindo... crescido e que fáz imensas gracinhas (burrinha velha, palminhas, adeus, a pitinha...), mas nesta fotografia só tinha 5 meses.
A festa foi em casa da Paulinha, do Pedro, do Bernardo e do João. Fomos todos, porque somos mesmo unidos, como uma família.